• Caminhos de Joinville
  • Audiência Pública
  • Prêmio Jovem Autor 2019
Imprimir
PDF

Produtores rurais pedem apoio à CVJ

Os produtores rurais Tarcísio Jannig, Egon Leitzke e Armelindo Rafael Dadan procuraram o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes para manifestar a preocupação da categoria em relação ao serviço de inseminação artificial no rebanho bovino da região. De acordo com os produtores, o técnico agrícola Wilmar Andreas Roos, profissional especializado que atende a toda a região, recebe apoio da prefeitura para prestar este serviço, porém, o contrato que ele possuía com a Fundação Municipal 25 de Julho venceu em dezembro e surgiu um entrave burocrático para a renovação. “Existe uma alternativa, mas precisamos é que a solução seja ágil, pois fomos informados que tende a demorar, pois precisa ser avaliado pelo setor jurídico da prefeitura”, disse Tarcício. Eles solicitaram ao parlamentar para que interceda junto a prefeitura temendo a possibilidade de ficarem sem este serviço. Odir Nunes, juntamente com uma comissão de produtores rurais, irão reunir-se com o procurador Naim Andrade Tannus para uma solução para o caso.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Produtores rurais pedem apoio à Câmara de Vereadores

Os produtores rurais Tarcísio Jannig, Egon Leitzke e Armelindo Rafael Dadan procuraram o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes para manifestar a preocupação da categoria em relação ao serviço de inseminação artificial no rebanho bovino da região. De acordo com os produtores, o técnico agrícola Wilmar Andreas Roos, profissional especializado que atende a toda a região, recebe apoio da prefeitura para prestar este serviço, porém, o contrato que ele possuía com a Fundação Municipal 25 de Julho venceu em dezembro e surgiu um entrave burocrático para a renovação. “Existe uma alternativa, mas precisamos é que a solução seja ágil, pois fomos informados que tende a demorar, pois precisa ser avaliado pelo setor jurídico da prefeitura”, disse Tarcício. Eles solicitaram ao parlamentar para que interceda junto a prefeitura temendo a possibilidade de ficarem sem este serviço. Odir Nunes, juntamente com uma comissão de produtores rurais, irão reunir-se com o procurador Naim Andrade Tannus para uma solução para o caso.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Comde quer Secretaria de Direitos Humanos

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes recebeu, na manhã de hoje, a visita do presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comde), Sérgio da Silva que solicitou o apoio do legislativo para que seja criada a Secretaria dos Direitos Humanos e Cidadania na cidade.

De acordo com Silva, Joinville possui 74 mil pessoas portadoras de algum tipo de deficiência, sendo 22 mil surdos e mudos, e uma repartição específica para dar atendimento aos deficientes vai agilizar ainda mais as políticas públicas voltadas à acessibilidade, “hoje ainda um dos maiores problemas enfrentados pelos deficientes”, reforça o presidente do Comde.

Ele relatou que Joinville, juntamente com outras cinco cidades, foi destaque nacional como “Cidade Acessível a Direitos Humanos”. Para Sérgio, isso é fruto do trabalho desenvolvido pelo Comde, como: a distribuição de 32 mil cópias do decreto nº 5.296/04 que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência; transporte coletivo acessível; obrigatoriedade de acessibilidade em prédios e estabelecimentos  públicos, seminários; oficinas; reuniões com autoridades; etc.

“Inclusive, de 14 de maio a 1º de abril, vamos promover oficina de acessibilidade, será das 8 às 18 horas, na Faculdade Anhanguera e em setembro, quando o Comde completa 10 anos, pretendemos realizar um seminário sobre o tema, ainda falta muito a ser feito para melhorar a acessibilidade para os deficientes”, informa.

Odir Nunes disponibilizou o serviço de divulgação, a Tribuna Livre, TV Câmara e as instalações do legislativo como apoio ao Conselho.

Imprimir
PDF

Comde quer a criação de Secretaria de Direitos Humanos e Cidadania

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes recebeu, na manhã de hoje, a visita do presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comde), Sérgio da Silva que solicitou o apoio do legislativo para que seja criada a Secretaria dos Direitos Humanos e Cidadania na cidade. De acordo com Silva, Joinville possui 74 mil pessoas com algum tipo de deficiência, sendo 22 mil surdos e mudos, e uma repartição específica para dar atendimento aos deficientes vai agilizar ainda mais as políticas públicas voltadas à acessibilidade, “hoje ainda um dos maiores problemas enfrentados pelos deficientes”, reforça o presidente do Comde. Ele relatou que Joinville, juntamente com outras cinco cidades, foi destaque nacional como “Cidade Acessível a Direitos Humanos”. Para Sérgio, isso é fruto do trabalho desenvolvido pelo Comde, como: a distribuição de 32 mil cópias do decreto nº 5.296/04 que estabelece normas gerais e critérios básicos para a promoção da acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência; transporte coletivo acessível; obrigatoriedade de acessibilidade em prédios e estabelecimentos públicos, seminários; oficinas; reuniões com autoridades; etc. “Inclusive, de 14 de maio a 1º de abril, vamos promover oficina de acessibilidade, será das 8 às 18 horas, na Faculdade Anhanguera e em setembro, quando o Comde completa 10 anos, pretendemos realizar um seminário sobre o tema, ainda falta muito a ser feito para melhorar a acessibilidade para os deficientes”, informa. Odir Nunes disponibilizou o serviço de divulgação, a Tribuna Livre, TV Câmara e as instalações do legislativo como apoio ao Conselho.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Correspondências do Ministério da Saúde

A Câmara de Vereadores de Joinville informa o recebimento de 14 telegramas do Ministério da Saúde, apenas neste mês, referente ao Fundo Municipal de Saúde de Joinville. Os recursos financeiros liberados pelo Fundo Nacional da Saúde estão em cumprimento ao art. 1º da Lei nº 9.4525, de 20/03/1997. Os programas assistidos pelo fundo de saúde em Joinville são diversos, desde o pagamento de piso fixo de vigilância e promoção a saúde até o pagamento de financiamento aos centros de referência em saúde do trabalhador.

As informações referentes ao Fundo Municipal de Saúde de Joinville encontram-se no sítio www.fns.saude.gov.br e na Central de Atendimento no 0800.644-8001.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br