• Sessão Especial de julho 
  • Sessão Especial de junho
  • AP
  • Sessão Solene
  • A gente faz
  • Siga a CVJ nas redes sociais
Imprimir
PDF

Cidadania volta a discutir pontos de ônibus

Por Felipe Faria.

Os vereadores Patrício Destro, Zilnety Nunes e Maurício Peixer, da Comissão de Defesa da Cidadania, reuniram-se nesta tarde para discutir dois temas: a precariedade dos pontos de ônibus de Joinville e os problemas que os dias de chuva causam aos moradores das ruas Passo Fundo, no bairro Fátima, e Nazareno, no Costa e Silva.

Os dois temas seriam debatidos com o secretário municipal de Infraestrutura, Ariel Pizzolatti, mas ele alegou ter outros compromissos para hoje e designou o gerente de transportes e vias públicas, Marcos Miranda, para falar dos pontos; e o gerente da unidade de pavimentação, João Damasceno, para falar do problema da chuva.

Só que Damasceno também não compareceu, deixando os moradores que vieram à Câmara sem uma explicação e sem uma perspectiva de solução. OS vereadores convocarão alguém da Prefeitura para dar as explicações. Os moradores destas ruas voltarão na reunião do dia 19.

Assim, Miranda pode abordar com mais tempo como está o levantamento que promete determinar o valor necessário para a manutenção dos pontos de ônibus de Joinville. O assunto foi levantado pelo vereador Patrício Destro, presidente da Comissão de Cidadania, e já vem sendo tratado pelos vereadores ao longo das últimas três reuniões da comissão.

Segundo Miranda, 70% do pontos já foram analisados. Além disso, os técnicos da Prefeitura, segundo afirmou, já estariam engajados em deterinar métodos legais para obter alguma vantagem financeira para o município com a exploração publicitária das paradas. O gerente de transportes e vias públicas disse que o projeto arquitetônicos dos novos pontos, caso a política pública nesta área seja modificada, serão projetados pela Fundação IPPUJ. Os atuais modelos, disse Miranda, custam R$ 6 mil, o modelo em alvenaria, e cerca de um terço disso, o modelo metálico.

Imprimir
PDF

Professores do Instituto Joinville se reuniram com presidente

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes recebeu, na tarde de hoje, a visita dos professores Ernesto Berkenbrock e Olizilma Ana Bussmann Witt, do Comitê Estratégia de Educação do Instituto Joinville. Ao parlamentar os educadores se apresentaram por terem assumido a coordenação do comitê e se colocaram a disposição para colaborar com o legislativo, no que for possível. Odir Nunes agradeceu e retribuiu oferecendo o espaço da Tribuna Livre, sempre as quartas-feiras, para o comitê fazer qualquer tipo de explanação sobre suas atividades. Além de sugerir que, após contatos com os vereadores Dalila Leal, Alodir Cristo e Adilson Mariano, que integram a Comissão de Educação, participem de um seminário sobre educação que será realizado pela câmara. Na seqüência o presidente do legislativo entregou um exemplar do livro “Da Comuna aos Dias Atuais: A História do Legislativo de Joinville” aos visitantes.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Odir quer meia entrada para músicos de Joinville

O vereador Odir Nunes contribui com a comunidade artística de Joinville ao apresentar o Projeto de Lei nº 111/2010 que assegura a meia entrada para músicos com registro na Ordem dos Músicos do Brasil (OMB) ou na Associação de Músicos de Joinville (AMUJ) em casa de diversão, espetáculos musicais e teatrais, casas de exibição cinematográfica situadas em Joinville. O projeto foi protocolizado no final e abril e será avaliado pelos demais vereadores nas comissões.Para Odir, o artista é um profissional que precisa de atualização, troca de experiências, e considerando que a remuneração da grande maioria dos músicos está aquém do que merecem, por exemplo, nem sempre permite que o artista freqüente shows, a meia entrada irá garantir que este profissional possa ir em shows de seu interesse de modo a se atualizar. De acordo com o projeto os músicos terão de comprovar junto à casa de diversão que está inscrito em uma das duas associações para garantir o desconto com apresentação de carteira ou documento oficial expedido pelas entidades.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Comissão de Finanças quer ouvir Ipreville e Vitaserv

Por Felipe Faria.

Os vereadores Jucélio Girardi, Zilnety Nunes e Joaquim Alves dos Santos, da Comissão de Finanças da Câmara, reuniram-se há poucos instantes. Eles agilizaram a relatoria de projetos de leis que autorizam a Prefeitura a firmar convênios com entidades filantrópicas e sociais.

Dois projetos dissociados dos demais, porém, chamaram a atenção dos vereadores e vão passar por uma discussão mais aprofundada. Um deles é o de número 98/2011, que provê um alteração na Lei Orçamentária Anual (LOA) para validar movimentação de recursos do Ipreville. O outro é o de número 94/2011, que permite à Prefeitura aumentar o valor dos repasses municipais ao Vitaserv, o plano de saúde dos servidores públicos joinvilenses, para R$ 460 mil por mês, ao longo de 15 meses.

Os parlamentares da Comissão de Finanças querem ver relatórios e balancetes atualizados sobre a situação financeira das duas entidades antes de emitirem pareceres aos dois projetos de leis. Para isso, receberão representantes do Ipreville e do Vitaserv, às 14h e às 15h do dia 19 de maio, respectivamente.

Imprimir
PDF

Valorização da Mulher Parlamentar

Valorizar as legisladoras e as políticas públicas voltadas ao sexo feminino. Este foi um dos temas abordados no II Encontro da Mulher parlamentar, ocorrido entre os dias 29 e 30/04, na cidade de Rio do Sul, principal município do Alto Vale do Itajaí. O evento foi realizado na Unidavi (Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí) e reuniu vereadoras dos nove municípios da Amunesc (Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina).

A Câmara de Vereadores de Joinville foi representada pelas vereadoras Dalila Leal, Tânia Eberhardt e Zilnety Nunes. As vereadoras participaram das palestras e pronunciamentos nos dois dias do encontro. O enfoque das palestras foi a valorização da mulher cidadã, em especial a mulher parlamentar. O grande desafio é elevar o número de mulheres em cargos eletivos e criar unidade entre as vereadoras de Santa Catarina.

Para a vereadora Tânia Eberhardt, a palestra que lhe chamou atenção foi “Aspectos da Mulher na Presidência, ministrada por Rudá Rici. “Devemos buscar a unidade entre as vereadoras e lutar por mais espaço na sociedade”, enfoca Tânia. Na opinião da vereadora Dalila Leal, o encontro foi uma excelente oportunidade para a troca de informações. “Devemos cobrar as políticas públicas voltadas à mulher. “Saímos fortalecidas do encontro”, destaca. Na visão de Zilnete Nunes, a mulher, por natureza, é companheira, irmã. Para ela, o encontro foi fundamental para a troca de ideias e o fortalecimento das vereadoras em SC. Ela vê o aumento da representatividade feminina nas Câmaras Municipais, Estaduais e no Congresso como fator positivo para o desenvolvimento do país. “Não queremos nem mais, nem menos. Queremos somar e multiplicar”, sintetiza. Após o encontro, as vereadoras da Câmara de Joinville se comprometeram em encabeçar um novo encontro entre mulheres da região norte, não apenas parlamentares, mas mulheres que ocupam cargos de destaque nas prefeituras e setor privado de SC. O III Encontro da Mulher Parlamentar deverá ocorrer ano que vem na cidade de Itapema/SC.{jcomments on}

Fotos: Sabrina Seibel

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br