• WhatsApp
Imprimir
PDF

Odir Nunes destaca certificação de excelência concedida ao Centro Hospitalar da Unimed de Joinville

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes, prestigiou na tarde de terça-feira, dia 15, a entrega de certificação “Acreditação com Excelência” concedida pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), ao Centro Hospitalar Unimed (CHU). Título que torna o hospital joinvilense referência nacional na prestação de serviços de saúde. “É muito raro, em nível nacional, atingir o grau de excelência como esse que o Hospital da Unimed atingiu”, enalteceu o presidente do Instituto Paranaense de Acreditação em Serviços de Saúde (Ipass), Fábio de Araújo Motta. Segundo o Instituto Americano de Medicina, 100 mil pacientes são vítimas durante a assistência médica anualmente.

Para o diretor-presidente da Unimed Joinville e do CHU, médico Altair Pereira, a prioridade do setor de saúde em todos os níveis é evitar o máximo o risco ao paciente, “mudar e adquirir a cultura da segurança e isso é possível, buscando o resultado de melhoria dos processos e proporcionando o aperfeiçoamento contínuo”, afirmou. O vereador Odir Nunes lembrou que a certificação demonstra a preocupação da direção do CHU com a qualidade de seus serviços.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Mestre da Univille enaltece ações empreendidas na Câmara

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes recebeu hoje o engenheiro, mestre em administração e professor da Univille, Marcelo Merkle. O parlamentar agradeceu o gesto do colega e aproveitou para convidá-lo a participar das próximas sessões solenes e dos eventos a serem realizados pela Câmara.

Por sua vez, Merkle enalteceu o dinamismo que está sendo empreendido por Nunes no Legislativo, visando total transparência aos trabalhos dos vereadores. As mudanças que estão sendo implementadas e os projetos que visam dar visibilidade às ações desenvolvidas na Câmara, através da mídia, também demonstram a valorização dos vereadores, reforçou o presidente.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Comissão especial é definida

A comissão especial requerida pelo vereador Belini Meurer para apurar a falta de investimentos na segurança pública e o aumento da criminalidade na cidade foi composta. Durante a sessão ordinária desta quarta-feira, dia 16, foram definidos os cinco membros delegados pelas bancadas. A bancada do PMDB indicou o vereador Jucélio Girardi. O PSDB indicou o vereador Roberto Bisoni. A bancada do DEM indicou o vereador Alodir Alves de Cristo. Já a bancada da minoria, composta pelos partidos PPS/PSC/PP entrou em consenso indicando a vereadora Zilnety Nunes. Pelo regimento interno, os membros da mesa diretora não podem participar da comissão. Seguindo o regimento interno, o autor do requerimento, vereador Belini, está automaticamente inserido na comissão.

O presidente do legislativo, vereador Odir Nunes, ausentou-se da sessão por alguns minutos. Assumiu a cadeira o vereador Osmari Fritz, vice-presidente. Osmari fez um requerimento verbal para a aprovação em bloco de 23 moções, todas referentes a problemas de infraestrutura, principalmente os problemas das cheias e deslizamentos em Joinville. As moções foram aprovadas e serão encaminhadas ao Executivo Municipal.{jcomments on}

Imprimir
PDF

Dificuldades na Adej entre os destaques da Comissão de Saúde

Três assuntos dominaram as discussões na reunião da Comissão de Saúde nesta quarta-feira. Foi decidido que será no dia 2 de março o encontro que tratará das dificuldades financeiras pelas quais está atravessando a Associação dos Deficientes de Joinville (Adej), que presta 800 atendimentos por mês nas áreas de reabilitação, inclusão social, além de acompanhamento psicológico, terapia ocupacional, fonoaudiologia, fisioterapia e aulas de alfabetização e teatro.

Com a perda de estacionamentos em locais públicos e privados, a Adej passou a acumular um déficit de R$ 60 mil. A entidade tem um custo mensal de R$ 23 mil e uma renda de apenas R$ 10 mil. A alternativa é a concessão, pela prefeitura, dos estacionamentos do Hospital Municipal São José, do Centreventos Cau Hansen e da Expoville. De acordo com o presidente da comissão, vereador Adilson Mariano, representantes de todas as instituições serão convidadas para o encontro.

Para a próxima quarta-feira, dia 24, será realizada uma reunião extraordinária para discutir o aumento de R$ 120 para R$ 720, cobrados dos alunos do quinto ano de enfermagem de uma escola particular para a realização do estágio. Representantes das Secretarias de Saúde de Joinville e do Estado, com quem a escola firmou convênio, serão convidados para debater o tema.

O último assunto discutido foi um problema que se arrasta há tempo: a precariedade no atendimento da saúde pública de Joinville. Uma senhora denunciou que espera há nove anos para fazer uma cirurgia no joelho e já foi chamada três vezes, porém, nada foi feito.

Imprimir
PDF

Comissão de Urbanismo “limpou” a pauta de projetos de 2010

Os vereadores que integram a Comissão de Urbanismo encerraram a pauta de projetos de mudança de zoneamento na reunião de hoje. De acordo com presidente da comissão, vereador Lauro Kalfels, a decisão foi a de orientar os vereadores proponentes pela retirada dos projetos desta ordem, uma vez que todos poderão ser contemplados pelo novo projeto de lei de ordenamento, do uso e ocupação do solo, que integrará o Plano Diretor da cidade, ainda a ser remetido pela Prefeitura à Câmara.

Inclusive, orientamos os vereadores que desejam promover mudanças neste setor que encaminhem as propostas à Fundação IPPUJ, sugeriu Kalfels.

Com relação ao Projeto de Lei 45/2011, de origem da Prefeitura, que trata da doação de terrenos no bairro Jardim Iririú para a Caixa Econômica Federal construir imóveis do Programa “Minha Casa, Minha Vida”, o vereador Juarez Pereira pediu vistas, com apoio dos vereadores Lauro Kalfels e Alodir Cristo, para fazer um estudo mais criterioso sobre o impacto das obras infraestrutura do local.

É nossa responsabilidade a decisão de permitir um empreendimento habitacional para 400 famílias, sem que isso cause impactos negativos para quem já mora na localidade”, disse Cristo.

Juarez Pereira defendeu que a CEF deva apresentar uma contrapartida no valor dos imóveis no Jardim Iririú, ou em qualquer outro bairro onde o terreno venha a ser doado pela prefeitura.

Isso por que no bairro Boehmerwaldt o construtor do empreendimento, que atenderá a 800 famílias, teve de comprar a área. Por isso os preços não podem ser iguais, justificou Pereira, que terá 24 horas para analisar o projeto.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br