• WhatsApp
  • Audiência Pública: Prestação de Contas da Secretaria Municipal de Saúde
  • Setembro Amarelo
Imprimir
PDF

Comissões aprovam ampliação de repasse ao Vitaserv

Por Felipe Faria.

As comissões de Finanças e de Saúde acabam de aprovar parecer conjunto ao Projeto de Lei 94/2011, do Poder Executivo, que aumenta o repasse municipal ao plano de saúde dos servidores públicos de Joinville, o Vitaserv. A proposta deve chegar a plenário ainda hoje para votação, porque os presidentes, respectivamente, vereadores Jucélio Girardi e Adilson Mariano, solicitaram a redução do tempo de tramitação do projeto.

Por duas horas, nesta tarde, os membros das duas comissões debateram o assunto com representantes do plano, que atende a cerca de 70% do efetivo municipal. Para definição das contribuições, os servidores são separados em quatro categorias salariais. Com base nisso, eles pagam de R$ 35 a R$ 370 por mês para usufruir do benefício. A Prefeitura, segundo informaram os responsáveis, contribui com outros R$ 39.

Ainda assim, o aporte da Prefeitura se faz necessário, porque, segundo o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Joinville (Sinsej), há problemas financeiros graves na instituição. O presidente do Vitaserv, Jorge Roberto Damasceno, e o gerente Luiz Fernando Romais confirmaram: “a situação está crítica”.

Pela proposta que chega a plenário dentro de instantes, os repasses somarão R$ 7,7 milhões. Passarão de R$ 300 mil para R$ 460 mil nas parcelas de maio a setembro. Depois, na renovação do convênio, permanecerão em R$ 460 mil por mais 15 parcelas. Os recursos virão da secretaria de Gestão de Pessoas.

Nesta tarde, as comissões de Finanças e de Saúde também receberam representantes do Ipreville, que, ao contrário do Vitaserv, está em situação financeira estável e tem servido de exemplo para outros institutos municipais de previdência, segundo a presidente Malvina Locks (à direita, na foto). E representantes da Associação Beneficente Renascer, com quem os vereadores também discutiram questões relacionadas a subvenções sociais.

Imprimir
PDF

Caratecas campeões recebem livro da Câmara

Há 11 anos (2000) os irmãos gêmeos Aislan Leogenio Rosa e Aisline Eulália Rosa, 18 anos, conquistaram o título de os mais jovens campeões do mundo de caratê, enquanto o irmão, Alisson Pierre Cleto Rosa, 21, se consagrava campeão brasileiro da mesma modalidade esportiva. Mesmo passados 11 anos, o momento vivido pelos três ainda está na lembrança do pai, o instrutor de caratê Wadinho Rosa (terceiro DAN "Sandan"). Ele se emociona quando vê as fotos dos filhos estampadas no Guinness Book (livro dos recordes) após as disputas do campeonato mundial, daquele ano, na categoria mirim, para graduados (faixas pretas), primeiro DAN (eté então únicos no mundo), na ilha de Okinawa, Tókio, Japão. Eles foram homenageados, na tarde de hoje, pelo presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes por serem desportistas exemplares que se dedicam aos treinamentos e participam de competições conquistando títulos, representando a cidade de Joinville. Na oportunidade o parlamentar enalteceu a conduta dos atletas e incentivou-os a continuarem sendo bons exemplos para a juventude. A família recebeu um exemplar do livro Da Comuna Aos Tempos Atuais: A História do Legislativo de Joinville. Os atletas estavam acompanhados do ex-presidente do América Futebol Clube, Nagib Daher, reconhecido como um grande incentivador de Wadinho nesse esporte, Salomão Rodrigues de Oliveira, representando o deputado estadual Kennedy Nunes, Milton Reis, presidente do PTN e Carlos Alberto Piaz, amigos dos caratecas.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Câmara se reunirá com Núcleo das Empresas Contábeis da Acij

Será no próximo dia 6 de junho, às 14 horas, no plenarinho da Câmara de Vereadores de Joinville, a reunião com o Núcleo das Empresas Contábeis da Acij, Acomac, Ajorpeme, CDL, OAB, Polícia Militar, Poder Judiciário, Vigilância Sanitária, Seinfra, para discutir a agilização na liberação da documentação necessária para abertura de novas empresas na cidade. E também sobre a lei que permite que empresários repassem até 2% do lucro real para entidades de utilidade pública. A proposta para o encontro partiu do presidente da câmara, vereador Odir Nunes que tem recebido reclamações de contabilistas sobre a morosidade de repartições públicas nos processos para abertura de novas empresas. Já a questão da lei sobre doações o parlamentar entende que os empresários podem doar os valores correspondentes para entidades do município e abatam nos impostos, aumentando desta forma suas contribuições com a responsabilidade social, amparados pela lei. No dia 30 de maio, Odir Nunes reunirá as entidades conveniadas com a prefeitura para definir detalhes. Mais informações sobre o assunto: http://twixar.com/t8YipnJPJ{jcomments on}

Foto: Nilson Bastian

Imprimir
PDF

Pedagogas pedem ajuda na comissão de Educação

Formadas em pedagogia em 2010, Elaine Stein Duarte e Ana Luiza Rohling não tiveram seus diplomas aceitos pelo setor de Recursos Humanos (RH) da Prefeitura de Joinville para contratação temporária. Segundo elas, o RH não aceitou os diplomas alegando que falta a área específica de atuação, como educação para séries iniciais e educação infantil impressa no documento. No entanto, as pedagogas alegam que existe uma resolução de 2006 onde consta que o diploma de pedagogia é pleno, abrangendo todas as áreas de ensino.

Para solucionar o impasse, elas procuraram a comissão de Educação da Câmara. Nesta tarde, a vereadora Dalila Leal, presidente, e o vereador Alodir Cristo, receberam as estudantes para debater a questão. “O RH da Prefeitura não acompanhou as últimas resoluções. O diploma deve ser aceito”, analisa o vereador Cristo. A vereadora Dalila vê a situação como grave. “Tem gente perdendo concurso público, é muito sério”, destaca.

Os vereadores irão convidar o RH da Prefeitura, o Conselho Municipal de Educação e todas as instituições de ensino que oferecem o curso de pedagogia para discutir a questão. A reunião está pré-agendada para a próxima quinta-feira, dia 26, às 15 horas.{jcomments on}

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Ecad visita a Câmara de Joinville

Com o objetivo de estreitar relacionamentos com o Poder Legislativo de Joinville, representantes do Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), reuniram-se com o presidente da casa, vereador Odir Nunes, na manha de hoje. A gerente de Unidade da institutição, Giselle Pinto da Luz explicou para o parlamentar que as reais funções do órgão é defender os direitos de profissionais como compositores, intérpretes e músicos, que merecem ser remunerados pelo talento e esforço presentes em suas criações. Considerando a impossibilidade do artista em ter uma infraestrutura capaz de fiscalizar e cobrar de quem ganha dinheiro utilizando suas obras em todo o país e no exterior é que existe o Ecad. Existem talentos como Roberto Menescal (autor de O Barquinhos, Bay Bay Brasil e outras), Augusto Cesar (Os Amantes, Velho Caramada e outras). Victor Chaves (Borboletas, Tem que ser você e outras), João Roberto Kelly (Cebeleira do Zezé, Mulata ye ye ye e outras), Dudu Nobre (Quem é ela, Água da minha sede e outras) e outros desconhecidos e famosos que jamais seriam reconhecidos financeiramente se não fosse o trabalho do Ecad, explicou Giselle da Luz. “Todos, os que possuem vínculos com associações de músicos afiliadas ao Ecad recebem por seus trabalhos, amparados pela Lei nº 9.619/98. Também participaram do encontro Rafael Schott, da agência autônoma que atua em Joinville e Carlos Gonçalves, de Florianópolis. Ao enaltecer o trabalho desenvolvido pelo Ecad, Odir Nunes entregou uma recordação da Câmara de Joinville aos visitantes.{jcomments on}

Foto: Nilson Bastian

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br