• Siga a CVJ nas redes sociais
  • Audiência Pública

Vereadores repercutem suspensão de aulas; Comissões canceladas

Por Sidney Azevedo.

Câmara de Vereadores de Joinville
Mauro Artur Schlieck

Os vereadores repercutiram há pouco na sessão de hoje (17) a decisão da Secretaria de Educação de suspender as aulas de todas as unidades escolares da rede municipal a partir do dia 19, quinta-feira. A suspensão deve durar, inicialmente, por 30 dias. Ontem (16) as aulas da rede estadual foram suspensas.

A decisão divulgada hoje também inclui as atividades da Casa da Cultura, bem como programas esportivos da Sesporte.

Os vereadores aguardavam para hoje a vinda do secretário municipal de saúde, Jean Rodrigues da Silva, para falar sobre as medidas municipais de contenção do vírus, porém, o pronunciamento de Jean deve ocorrer na sessão de amanhã, a partir das 17h.

A vereadora Tânia Larson (SD) informou que foi cancelada reunião da Comissão de Cidadania. Também foi cancelada a reunião da Comissão de Finanças, anunciou o vereador Roque Mattei (MDB). Ambas estavam previstas para amanhã (18).

Os vereadores James Schroeder (PDT) e Jaime Evaristo (PSC) trouxeram como preocupação a situação de alunos que se alimentam basicamente na escola. Evaristo sugeriu, inclusive, que os pais desses alunos possam buscar alimentos nas escolas. O parlamentar também trouxe questionamento sobre como ficam os pais que ainda precisam trabalhar e não têm com quem deixar os filhos.

Pouco antes da divulgação da decisão, vereadores como Rodrigo Fachini (sem partido) e Maurício Peixer (PL) questionavam a ausência de uma medida de restrição das aulas. Peixer também falou que soube da ausência de máscaras descartáveis e a falta de médicos nas unidades de saúde para o tratamento de eventuais casos do novo coronavírus. Fachini, por sua vez, apresentou um vídeo de uma discussão acalorada envolvendo várias pessoas usando máscara que teria sido gravado no PA Sul.

Líder do governo, o vereador Richard Harrison (MDB) comentou que nenhum lugar do mundo estava preparado para líder com uma situação de pandemia e observou que autoridades nacionais como o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já preveem momentos bastante difíceis para os próximos meses.

Harrison e outros vereadores também trouxeram preocupação com a situação de pânico que está levando muitos moradores a promoverem uma “corrida avassaladora”. Mauricinho Soares (MDB) pediu que haja calma, e comentou que não vai faltar alimento.

Presidente da Câmara, o vereador Claudio Aragão (MDB) aproveitou para mencionar a resolução aprovada ontem, restringindo a circulação de pessoas na CVJ para contribuir na diminuição da disseminação da doença.

Portal da Transparência

Você pode acompanhar toda a prestação de contas da Câmara de Vereadores de Joinville por meio dos menus ao lado. Para mais informações, com base na Lei de Acesso à Informação, utilize o e-mail.

transparencia@cvj.sc.gov.br