Câmara de Vereadores de Joinville

Imprimir
PDF

Suíços da região serão homenageados com um filme

Escrito por Marcos de Oliveira. Posted in Notícias

Os imigrantes e descendentes de Suíços de Joinville e região serão lembrados e homenageados através do filme “Suíços Brasileiros – Uma História Esquecida, que será produzido pela Jupiter Filmes, produtora com sede na capital paranaense. O diretor da obra, Calixto Hakim e os produtores Dionei Cunha e a sueca Katharina Suzana reuniram-se, na tarde de hoje, com o presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, vereador Odir Nunes para repassar detalhes sobre o filme e agregar subsídios para a elaboração do roteiro, uma vez que, Nunes possui amplo conhecimento dos descendentes que residem na área rural do município. O filme começa a ser rodado entre 4 e 18 de julho, deste ano com previsão de estar concluído em 2012. Odir acertou que durante um domingo, no mês de junho, vai fazer um roteiro para visitação de todas as famílias e propriedades que poderão interessar e fazer parte do filme. Hakim, Cunha e Suzana agradeceram a disponibilidade do vereador pelo apoio recebido.

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Dia mundial da dança é lembrado na Câmara

Escrito por Marcos de Oliveira. Posted in Notícias

Durante 15 minutos os funcionários da Câmara de Vereadores de Joinville foram surpreendidos com uma excelente apresentação de dança em comemoração ao Dia Mundial da Dança, interpretado pelo casal dançarinos Maicon dos Santos e Francine Borges, da Academia de Dança de Salão Dois Pra Lá e Dois Pra Cá. Depois de uma demonstração ao som de um samba foi a vez do tango que arrancou muitos aplausos dos servidores. Para Maicon, Joinville caminha a passos largos para se transformar na “Cidade Nacional da Dança”. A cidade comporta a única Escola do Teatro Bolshoi no Brasil fora da Rússia, realiza o 4º maior festival de dança do mundo, possui dezenas de academias de dança, tem inúmeros salões de bailes e sociedades dançantes em quase todos os dias da semana. São, na opinião de Santos, excelentes referências. Hoje o casal fez apresentações no aeroporto, prefeitura, posto de saúde, restaurante popular, Banco do Brasil, Secretaria de Estado do Desenvolvimento Regional, Câmara de Vereadores e no encerramento do dia na Univille. A dança de salão cresceu muito nos últimos meses incentivada pelo quadro “Dança dos Famosos”, do programa do Faustão, “o que demonstra que qualquer pessoa pode aprender a dançar, basta querer”, enfatizou o dançarino.

Endereço da academia: Rua Chapecó, nº 101, tel - (47) 3025-7096.

Fotos: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Câmara suspende votação de projetos da Prefeitura enquanto não houver negociação com Sinsej pelo fim da greve dos servidores públicos municipais

Escrito por Felipe Faria. Posted in Notícias

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, Odir Nunes, acaba de comunicar, na sessão ordinária que está em curso, que estão suspensas as votações de projetos de lei de origem do Poder Executivo, com exceção das subvenções a entidades de assistência social e filantropia, até que haja negociação com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sinsej).

Segundo o presidente, os projetos que tratarem de todos os demais assuntos, tão logo tenham suas tramitações finalizadas nas comissões técnicas, figurarão na Pauta Regimental e lá permanecerão. Em condições normais, após duas sessões em pauta, seriam colocados em discussão e votação no plenário. Nesta tarde, servidores e membros do Sinsej reuniram-se com vereadores e reforçaram o pedido de trancamento da pauta.

Os vereadores fizeram a segunda e última votação do Projeto de Lei Complementar 37/2010, que versa sobre o estudo de impacto de vizinhança (EIV),e do Projeto de Lei nº 11/2011, que altera o zoneamento para a construção do Inovapak, o parque tecnológico das Universidades. Ainda durante a sessão, que teve como público os servidores em greve, a vereadora Tânia Eberhardt requereu audiência pública com a participação do Prefeito Carlito Merss, o chefe de gabinete Eduardo Dalbosco e a Secretaria de Gestão de Pessoas, Márcia Streit para por fim a greve que está completando 16 dias.

O Projeto de Lei 110/2011, também já na pauta e de origem do Poder Executivo, entrou em votação. Ele tratava de um crédito adicional suplementar de R$ 850 na Fundação Cultural. Odir Nunes empurrou-o em frente no processo legislativo e os vereadores já fizeram cumprir o acordo com o Sinsej: projeto rejeitado.

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Sem alvará, nada de inauguração

Posted in Notícias

Líder da bancada peemedebista deseja evitar que o Executivo entregue obras sem condições de serem usadas. De acordo com ela, o exemplo deve vir do Poder Público para o privado.

Uma Lei solicitando o que parece óbvio – no entanto muito difícil de valer em nosso município – é o que propõe a Vereadora Tânia Eberhardt (PMDB) com o Projeto de número 71/2010, que versa sobre a proibição da Prefeitura Municipal de Joinville inaugurar obras sem que o alvará de funcionamento tenha sido liberado, ou seja, o Poder Executivo Municipal somente poderá realizar a solenidade de inauguração da obra no perímetro da cidade de Joinville após a prévia obtenção de alvará de funcionamento da respectiva obra.

O projeto protocolado em março de 2010 só entrou na pauta de votação na semana passada, em sessão ordinária na Câmara de Vereadores, sendo aprovado em primeira votação. Ontem, em segunda votação, o projeto recebeu novamente parecer favorável e agora segue para o Executivo.

Com a regulamentação desta Lei, Tânia acredita ser possível impedir que construções fora das normas e padrões passem a ser utilizadas pela população, bem como obras sem acabamentos – como azulejos, pisos, entre outros –, fato já registrado em Joinville.

Não podemos permitir que a Prefeitura tome este tipo de atitude enquanto a iniciativa privada precisa cumprir rigorosamente com toda a burocracia. O exemplo deve vir de dentro, comenta a parlamentar, lutando também para não denegrir a imagem da classe política.

Redigiu: Priscilla Millnitz.

Foto: Sabrina Seibel

Imprimir
PDF

Prestação de contas da Câmara

Escrito por Gabriel Baggio. Posted in Notícias

Nesta tarde, o presidente da Câmara de Joinville, vereador Odir Nunes, presidiu no plenário da CVJ a prestação de contas do primeiro trimestre de 2011. O servidor Hélio Thomaz de Aquino, da Diretoria de Assuntos Legislativos, fez uma explanação sobre os investimentos e gastos da Câmara nos primeiros meses do ano.

De janeiro a maço foram repassados ao legislativo R$ 6.750.837,61, o que representa 25% do repasse ao longo do ano. Desse montante do primeiro trimestre, foram gastos R$ 4.642.379,97. O orçamento de 2011 é de R$ 26.571.729,07. O Regimento Interno estabelece a apresentação, no final de cada trimestre, em audiência pública, do balanço relativo aos recursos recebidos e as despesas realizadas nos três meses anteriores.

O documento é público, à disposição na Câmara de Vereadores. O repasse as Câmaras Municipais é defendida na Constituição Federal em seu Art. 29A. “O total de despesa do Poder Legislativo Municipal incluídos subsídios dos vereadores e excluídos gastos com inativos, não poderá ultrapassar os seguintes percentuais, relativos ao somatório da Receita Tributária e das Transferências previstas no parágrafo 5º do art. 153 e nos arts. 158 e 159 efetivamente realizado no exercício anterior”. Na atual conjuntura é repassado ao legislativo municipal 4,5% da receita do município.

Câmara de Vereadores de Joinville
Av. Hermann August Lepper, 1100
Bairro Saguaçu, Joinville, SC. CEP 89221-005
Telefone: (47) 2101-3333. Fax: (47) 2101-3200

Twitter Youtube Blaving